Otite média aguda (OMA): É a presença de secreção na orelha média associada ao início rápido de um ou mais sinais ou sintomas de inflamação da orelha média.
Otite média aguda recorrente (OMAR): É a ocorrência de três episódios de otite média aguda em seis meses ou quatro episódios em 12 meses(2).
Otite média significa inflamação da orelha média; a inflamação ocorre como resultado de uma infecção da orelha média. Pode ocorrer em ambas as orelhas.

É o diagnóstico mais frequente para crianças que procuram o pediatra e é a causa mais comum de perda auditiva em crianças. Pode afetar também os adultos.

É uma doença mais frequente no inverno e no início da primavera, pois geralmente está ligado a um quadro de patologia da cavidade nasal.

É uma doença grave?

Sim , é grave por causa da dor severa e da perda auditiva que pode acarretar. A perda auditiva principalmente em crianças pode prejudicar a capacidade de aprendizado e retardar o desenvolvimento da fala. Por outro lado, se tratada de maneira efetiva, a audição pode ser revertida a normalidade.

Otite média também é grave porque a infecção pode se espalhar para as estruturas vizinhas, como por exemplo meninge e cérebro.

É fundamental o diagnóstico precoce para prevenir complicações.

O que causa a Otite Média?

A origem está na obstrução da Trompa de Eustáquio (que comunica o ouvido com a cavidade nasal) durante resfriado, alergia ou infecção do trato respiratório alto (cavidade nasal e seios paranasais). A presença de bactérias, vírus, leva a um acúmulo de fluido (uma mistura de pus e muco) atrás do tímpano. Esta é a infecção chamada Otite Média Aguda.

Algumas vezes o tímpano rompe e o pus drena para fora da orelha; mais comumente o pus e o muco permanece na orelha média, devido ao inchaço e inflamação da Tuba de Eustáquio. Esta condição é chamada de Otite Média Secretora ou otite Média Mucóide. Estes quadros são tratados com mucolíticos ou colocação de drenos de ventilação.

Como é a abordagem no consultório médico?

Durante a consulta o médico usará um aparelho chamado otoscópio para observar as condições do ouvido. No exame o médico  analisa a presença de hiperemia (vermelhidão) ou presença de líquido atrás do tímpano.

Dois exames poderão ser realizados na consulta: audiometria que mede os limiares auditivos do paciente e timpanometria, que auxiliará na avaliação do ouvido médio e função da tuba auditiva.

Qual a importância do tratamento?

O médico prescreverá uma ou mais medicações. É importante seguir as orientações do médico e fazer o acompanhamento. Frequentemente antibióticos serão prescritos para debelar mais rapidamente a infecção e prevenir complicações.

As vezes será necessário outras medicações para sua cura completa. Entre essas drogas o uso de antialérgicos e descongestionantes nasais ou ambos.

Algumas vezes o médico recomendará o uso de antitémicos e/ou analgésicos. Gotas de ouvido analgésicos e compressas locais quentes podem trazer alívio da dor.

Quais outros tipos de tratamento?

Na maioria das vezes a otite média regride por completo com tratamento clínico adequado. Entretanto, em alguns casos, é necessário tratamento complementar: a Timpanotomia pode ser recomendada.

Trata-se de uma pequena incisão cirúrgica na membrana timpânica, sob microscopia, para promover drenagem de líquido e alívio da dor. A incisão fecha espontaneamente em poucos dias sem praticamente nenhuma cicatriz.

Algumas vezes um tubo de ventilação pode ser colocado na incisão para prevenir novo acúmulo de líquido, melhorando a audição. Este dreno tem vários formatos e o cirurgião escolherá o dreno mais adequado para cada caso específico. Durante o uso deste dispositivo, não poderá haver entrada de água dentro do ouvido, pois pode provocar novo quadro de infecção.

Otite média também pode ocorrer como resultado de infecção crônica de adenoides ou amígdalas. Se isso realmente ocorrer, o cirurgião pode recomendar a retirada de uma ou ambas estruturas.

Esteja sempre atento aos sintomas

Em bebês:

  • Puxar e/ou coçar o ouvido
  • Alterações auditivas
  • Irritabilidade
  • Febre
  • Vômito
  • Secreções no ouvido

Em pré-escolares:

  • Dor de ouvido
  • Sensação de ouvido cheio ou pressão
  • Problemas auditivos
  • Tontura, perda de equilíbrio
  • Náusea e vômitos
  • Febre
  • Secreção no ouvido

*** lembre-se, sem tratamento apropriado, uma infecção pode levar a uma infecção crônica ou perda auditiva.