O que é biópsia?

Biópsia é o procedimento cirúrgico no qual se colhe células ou um pequeno fragmento de tecido orgânico para serem posteriormente submetidos a estudo em laboratório, visando determinar a natureza e o grau da lesão estudada. Também podem ser examinados líquidos, secreções, esfregaços e outros materiais orgânicos. Praticamente todos os órgãos e componentes corporais podem ser biopsiados: músculos,pele, ossos, líquidos, secreções, etc.

Quais são as indicações para se fazer uma biópsia?

O mais comum é proceder-se à biópsia naquelas pessoas com suspeitas diagnósticas de doenças que podem provocar alterações morfológicas nas células e tecidos, como os tumores, por exemplo, ou para estabelecer um diagnóstico diferencial entre enfermidades assemelhadas.

Esse exame diagnóstico é indicado tanto em enfermidades simples, como as verrugas, como nas mais graves, como o câncer. Embora o termo biópsia sempre desperte certa apreensão nas pessoas, a maioria delas revela situações simples e benignas.

Em doenças infecciosas a biópsia pode ajudar a determinar o agente causal. Em doenças autoimunes uma biópsia ajuda a confirmar ou informar as alterações esperadas em órgãos ou tecidos. Uma biópsia também pode ajudar a avaliar a gravidade da lesão e a evolução do tratamento. Em lesões de malignidade suspeita ou confirmada, as biópsias ajudam a estabelecer o grau histológico de neoplasia e a determinar a natureza, taxa de crescimento e agressividade do tumor, ajudando a elaborar o plano do tratamento e a prever o prognóstico da doença.

Quais são as complicações possíveis da biópsia?

De uma maneira geral as biópsias são procedimentos simples, realizados em ambulatório, ou consultório médico, mas algumas podem demandar internações.